Pefoce recebe 450 alunos do curso de formação de novos inspetores e delegados da Polícia Civil

11 de Abril de 2018

Os alunos dos cursos de formação de delegados e inspetores da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) participaram de uma visita técnica na Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), em etapa final do curso de formação realizado pela Academia Estadual de Segurança Pública (Aesp). Cerca de 450 alunos conheceram as instalações da Pefoce durante manhã e tarde desta quarta-feira (11).Os alunos participaram da apresentação da Pefoce, receberam um organograma e detalhes de como funciona cada área. Divididos em grupos pequenos, os formandos visitaram os principais núcleos onde ocorrem coletas, análises de provas, perícias e outros trabalhos fundamentais para o resultado do trabalho da Polícia Civil. Para a visita guiada, os mais de 400 alunos foram divididos em subgrupos de aproximadamente 20 pessoas e percorreram os principais setores da Pefoce: Coordenadoria de Perícia Criminal (Copec), Coordenadoria de Medicina Legal (Comel), Coordenadoria de Análises Laboratoriais Forenses (Calf) e Coordenadoria de Identificação Humana e Perícias Biométricas (CIHPB).Dentro da Pefoce foi montado um local de crime simulado, fundamental para os policiais civis. Na ocasião, os alunos tiraram dúvidas sobre quais procedimentos devem ser levados em consideração ou priorizados durante a perícia para rapidez e eficiência na elucidação dos casos. O grupo também acompanhou o trabalho das equipes de papiloscopia, reprodução facial, toxicologia, patologia, antropologia, balística, perícia externa, DNA forense, entre outros.
Conforme o perito criminal Wellison Tavares, esse momento de apresentação do trabalho da Pefoce aos novos integrantes da Polícia Civil é bastante proveitoso, pois são duas forças da segurança que se complementam. “Nosso trabalho ocorre em parceria com a Polícia Civil. É ela quem geralmente chega primeiro ao local de crime e preserva os vestígios do ambiente para não ser violado. Essa conscientização dos inspetores e delegados ajuda para que a gente possa ter um trabalho mais eficiente”, destaca.